Galeria de fotos

Não perca!!

Bahia

Vídeo gravado por populares mostra o momento em que três policiais abordam o funcionário, e um deles dá um tapa no rosto, sem o motorista esboçar antes tentativa de agressão (Foto: Print | Vídeo)
Vídeo gravado por populares mostra o momento em que três policiais abordam o funcionário, e um deles dá um tapa no rosto, sem o motorista esboçar antes tentativa de agressão (Foto: Print | Vídeo)

O motorista de uma empresa privada do ramo do atacado em Vitória da Conquista, no Sudoeste da Bahia, foi alvo de agressão por parte de policiais militares, no sábado (13), durante uma abordagem policial.

Um vídeo gravado por populares mostra o momento em que três policiais abordam o funcionário na avenida Frei Benjamin, zona oeste da cidade de 338 mil habitantes, e um deles dá um tapa no rosto, sem o motorista esboçar antes tentativa de agressão.

Em seguida, outro policial militar o algema e o coloca com as mãos para trás, momento em que o mesmo policial que deu o tapa no rosto realiza outra agressão, dando tapa nos peitos do funcionário e o empurra.

“Jesus, que policial louco”, diz uma mulher que acompanha o momento da abordagem, que ocorreu pelo fato de o veículo da empresa ter sido estacionado em local indevido. O funcionário e o veículo foram conduzidos para a delegacia, mas liberados ainda no sábado.

Os policiais são lotados na 78ª Companhia Independente de Polícia Militar, segundo a qual o caso foi encaminhado para apuração por parte da Corregedoria da PM, por meio da instauração de um procedimento administrativo militar.

“A conduta do PM será avaliada, respeitados o direito ao contraditório e à ampla defesa. A Polícia Militar reafirma seu compromisso de bem servir a comunidade, e em específico à população da Zona Oeste de Vitória da Conquista”, diz a nota da PM.

Para o advogado Wagner Alves, que representa a empresa onde o funcionário trabalha, “as imagens caracterizam o abuso de autoridade”. Ele destaca que “a agressão não foi uma reação e sim uma ação”.

“Mesmo que tivesse desacato ao policial, jamais eles estariam autorizados a cometer uma agressão física, com tapa na cara. Isso é uma postura inadmissível para um policial”, disse o advogado.

A Polícia Civil da Bahia informou que os policiais “apresentaram um homem, suspeito de desacato” e que “foi registrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO)”. Sobre a agressão dos militares, diz a Civil, “está sendo apurada pela Corregedoria da Polícia Militar”.

Vídeo

Veja também:

8 AVC’s aos 9 anos - Com apenas R$ 450 arrecadado e correndo contra o tempo família pede socorro

Mãe descobre gravidez de trigêmeas na hora do parto: 'Quase morri'

Desistências geram incerteza sobre futuro do programa Mais Médicos

Jovem passa mal e liga para a emergência; polícia chega e o espanca até a morte nos EUA

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br