Galeria de Fotos

Não perca!!

Cidade

Prefeitura local, acusada de não ter gasto 'um único centavo' na prevenção às chuvas corriqueira no Estado, depois do episódio e da contabilização de 10 mortes por consequência do temporal, anunciou que irá empregar 'maiores esforços' no setor (Foto: Reprodução)
Prefeitura local, acusada de não ter gasto 'um único centavo' na prevenção às chuvas corriqueira no Estado, depois do episódio e da contabilização de 10 mortes por consequência do temporal, anunciou que irá empregar 'maiores esforços' no setor (Foto: Reprodução)

A chuva que caiu sobre a capital do Rio de Janeiro essa semana pegou de surpresa até os cariocas que estão acostumados a todo ano enfrentar temporais incomuns a outros estados. A prefeitura local, acusada de não ter gasto “um único centavo” na prevenção às chuvas corriqueira no Estado, depois do episódio e da contabilização de 10 mortes por consequência do temporal, anunciou que irá empregar “maiores esforços” no setor, inclusive na tecnologia para que as sirenes de alerta, que não dispararam em várias comunidades, sejam acionadas a partir de um volume menor de chuva.

Camaçari

Em Camaçari a prefeitura municipal andou anunciando, a uma hora dessas, em matéria do último dia 04, no site oficial, que o governo “está rotineiramente em alerta na manutenção e limpeza de ruas e canais do município para evitar novos alagamentos em virtude de chuvas fortes”. Mas os minimamente atentos devem ter percebido que a ação é para evitar “novos” alagamentos, o que aponta que, tão combatido pelo então vereador Antônio Elinaldo (DEM) em gestões anteriores, agora prefeito, sem nem ter chovido como certamente choverá, já houve alagamentos,

Mas os esforços estão sendo empregados, com “o limpa-fossa” – no singular, o que diz que trata-se de apenas um caminhão envolvido nos trabalhos; com uma “mini” escavadeira; e “12 profissionais” como que trata-se a cidade, que é cortada de fora a fora por quilômetros de rio, duma viela com um córrego do lado.

Mas, para além do que cabe à quem joga o lixo pra cima e fica olhando para ver onde cai, pelo menos, diferente da prefeitura carioca, que não investiu “nem um centavo” para o fim, conforme publicação do último dia 09 um esforço grande, com “120 agentes, entre homens e mulheres subdivididos em equipes [que] atuaram nas vias de acesso às empresas Braskem, AmBev, Carbonor, Fafen e Deten”, fonte de impostos com quem não pode disputar quem paga IPTU, justiça seja feita pelo morador comum o governo camaçariense investiu alguns reais a favor dalguma localidade, para evitar que um mal-maior sobrevenha à pelo menos algumas pessoas, diante das chuvas que o calorão que a região também experimenta anuncia para logo.

Veja vídeo da devastação no Rio de Janeiro

Veja também:

VÍDEO - Árvore cai inteira sobre rede elétrica; previsão não é nada animadora para a cidade

O perigo vem do mar: ciclone pode atingir Bahia neste fim de semana

Breve chuva dá amostra do que Camaçari deve experimentar com temporais de abril/julho

Chuvas - Camaçari na fila para devastação da arborização da cidade como aconteceu com o Rio de Janeiro semana passada

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br