Galeria de Fotos

Não perca!!

Banner

Economia

Auxílio é destinado a trabalhadores informais e desempregados durante a pandemia do novo coronavírus (Foto: Reprodução)
Auxílio é destinado a trabalhadores informais e desempregados durante a pandemia do novo coronavírus (Foto: Reprodução)

A forma como essa devolução será feita ainda está sendo estudada pela Receita

Trabalhadores informais que receberem o auxílio emergencial de R$ 600 este ano poderão ter que devolver o dinheiro em 2021. Isso vale para aqueles que tiverem renda tributável acima de R$ 28.559,70 em 2020.

A forma como essa devolução será feita ainda está sendo estudada pela Receita Federal. "O assunto será objeto de normatização pela Receita e, assim que publicado, será comentado", informou o órgão.

Essa devolução foi uma contrapartida oferecida pelo Senado para retirar a exigência que havia sido imposta pelo governo federal para recebimento do auxílio. Inicialmente, o governo havia colocado como critério de elegibilidade para o benefício que o trabalhador não tivesse declarado renda superior a R$ 28.559,70 em 2018.

De acordo com o projeto de lei aprovado no Senado em 22 de abril, o beneficiário do auxílio emergencial que receba, no ano de 2020, rendimentos tributáveis em valor superior à primeira faixa da tabela progressiva anual de Imposto de Renda Pessoa Física (R$ 28.559,70) fica obrigado a apresentar a declaração anual em 2021 e deverá acrescentar ao imposto devido o valor do auxílio.

O texto foi sancionado pelo presidente Jair Bolsona no dia 15 de maio.

Veja também:

Saiba como contestar resultado do cadastro do auxílio emergencial

Governo confirma 4ª parcela do auxílio emergencial e diz que pode haver 5ª

Veja como saber se seu CPF foi utilizado indevidamente para pedir o auxílio emergencial

Trabalhadores descobrem que estão 'mortos' ao terem auxílio emergencial negado

Governo lança site para devolução de auxílio emergencial recebido de forma indevida

TCU determina ressarcimento do auxílio pago a militares

Bolsonaro diz que militares que receberam auxílio emergencial serão punidos

Ministério da Defesa informa que 73,2 mil militares receberam o auxílio emergencial indevidamente

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br