Galeria de Fotos

Não perca!!

Religião

Culto contou com gente de muitas bandeiras de igreja; Franco garante porem que não tem pretensão alguma de ‘abrir igreja qualquer’, mas apenas cumprir seu ‘chamado’, que é reportar ao povo o que recebe de Deus e depois mandar de volta cada um 'mais edificados'  para ‘suas igrejas’. Foto - Moisés Franco/CFF
Culto contou com gente de muitas bandeiras de igreja; Franco garante porem que não tem pretensão alguma de ‘abrir igreja qualquer’, mas apenas cumprir seu ‘chamado’, que é reportar ao povo o que recebe de Deus e depois mandar de volta cada um 'mais edificados' para ‘suas igrejas’. Foto - Moisés Franco/CFF

[“O sentimento que toma conta do meu ser depois de ouvir uma ministração como essa é um misto de tristeza, vergonha e esperança...
... tristeza por não ser um servo 100% compromissado com o reino.
Vergonha por algum momento esquecer da dor e do sofrimento que *Ele* passou por mim. E esperança por sentir que ainda há tempo para consertar o caminho.

Fico feliz por encontrar pessoas iluminadas por Deus e dispostas a nos ajudar na caminhada em meio a tantas coisas erradas que a humanidade pratica. Jesus abençoe sua vida, irmão". Rubens Oliveira Souza, morador da Paralela, em Salvador].

Com público sempre crescente desde sua 1ª edição, mais uma vez o encontro de cristãos evangélicos denominado “A Carne na Brasa”, promovido pelo diretor do Camaçari Fatos e Fotos (CFF), Antônio Franco Nogueira e pela técnica contábil Vania Nunes, mostrou que não encolhe e mesmo embaixo d’água só faz crescer.

A chuva do último sábado (30) prendeu dentro de casa a todos, mas entre esses todos só não estavam os que, conhecedores do tipo de mensagem pregada no evento, não abririam mão de comparecer ao “7º A Carne na Brasa”, ocorrido no mesmo dia, ao que se viu, nem se tivesse caído um diluvio sobre a cidade. E mesmo com toda chuva, contando com presentes vindo também de Salvador, da Paralela, e dos bairros da Liberdade e do Nordeste de Amaralina, o povo compareceu levando a tiracolo amigos que, curiosos, também enfrentaram a chuva e o frio para saber o que de tão diferente acontece nesses encontros.

Mas um dos dois organizadores, Antônio Franco, conta que a curiosidade das pessoas reside muito mais na “fome por uma comida espiritual robusta do que na simples curiosidade”, já que há uma carência patente por isso nas pessoas, como ele diz que 'Jesus tem lhe mostrado' e ele tem visto, e explica o motivo a que atribui isso: “Sou crente novo, farei 4 anos no evangelho no próximo dia 11 de abril, mas, como o próprio Salvador tem me visitado, dá mesmo para notar não pouca gente fria de espírito sem que sejam elas sozinhas as culpadas por isso já que a culpa é dividida com líderes que as tolhem não somente da verdade do evangelho mas também as prendem entre as paredes”, diz, fazendo entender que alguns lideres tem impedido a maturidade do rebanho não as ensinado a serem um evangelista fazendo valer o sofrimento de Jesus para o máximo de gente possível, como diz que manda 'as escrituras'.

“Por conta disso [da falta da pregação honesta] o crente tem pensado que ser crente em Cristo se limita ao e vir de casa para a igreja por toda a vida”, diz Franco, que acrescenta que tem certeza que “Jesus certamente tem levantado pessoas para fazer encontros como o A Carne na Brasa mundo a fora para despertar o povo para a importância, consciência e para a obrigação que cada um de nós temos de falar do sacrifício que Ele fez para que não pereçamos no Juízo que vem sobre o mundo por causa do pecado, garante, completando ainda com a afirmação de que Jesus não disse "senta, Ele disse Ide", numa alusão a que o povo tem se acomodado a "somente ouvir e nada dizer" sobre o evangelho, muito porém por estarem sendo limitados ao ir e vir aos cultos.

Como sempre faz, Franco promete escrever e contar num dos próximos textos a serem publicados aqui no CFF, tudo o que foi dito no encontro, mas adianta que num sonho que a ‘irmã’ Ednalva Maria de Santana (de saia rosa), uma das participantes, lhe contou que teve ao ir dormir, depois de participar do evento, onde Jesus lhe teria dito: “Guarde o que meu filho falou”, conforme áudio nesse link, o que Franco diz que muito o alegrou por ter entendido que tudo o que diz esse sonho, é que Deus tem aprovado a forma como ele tem repassado as mensagens que diz que tem recebido d’Ele, tanto em sonhos quanto reveladas na leitura bíblica, para o povo, e promete dizer a interpretação também desse sonho num texto.

Mas um dos vários pontos altos da mensagem foi quando Franco, dizendo que tratava-se de Jesus falando com Sua Igreja, representada na figura da mulher, soltou um áudio onde uma ‘irmã’ do estado de Sergipe lhe conta um sonho onde diz que se via "abrindo um cadeado, que trancava uma porta de grades, usando não uma chave mas uma fatia de cebola", quando ele, depois de explicar que depois de perguntar qual era a relação dela com o vegetal e ouvir da mulher que era “a pior possível”, disse aos presentes que não lhe restou dúvidas de que aquilo representa Deus dizendo, antes à que sonhou e também ao povo, que é a partir de quando lidamos com aquilo de que não gostamos, “que as portas vão se abrir”, quando não faltou ‘carinhosos acotovelamentos’ entre os presentes que se conheciam, como se quisessem se dizer mutuamente: “viu aí?”, nem cara e bocas, como quem se diz a si mesmos: “isso é comigo”, o que ele promete também trazer tanto o sonho completo quanto sua interpretação no próximo texto

Franco, que diz que já recebeu um convite, que recusou “por ordem do próprio Jesus”, que teria lhe aparecido em sonho e mandado que rejeitasse a proposta, para presidir ‘uma obra’ na Bahia, do ministério “Santidade e Arrependimento” comandada mundialmente pelo ‘profeta’ David Owuor, feito pelo Arcebispo Mauricio Augusto, que representava o ministério aqui no Brasil e mora em Cuiabá, no entanto garante que não tem pretensão alguma de ‘abrir igreja qualquer’, mas apenas cumprir seu ‘chamado’, que é reportar ao povo o que recebe de Deus e depois mandar de volta, mais edificados, cada um para ‘suas igrejas’.

Franco, que também nesses eventos não recolhe e garante que jamais recolherá dinheiro de ninguém, diz também que teria recebido 'ordens de Deus' para que publique um livro e doe ao povo com as revelações que ele tem recebido, que estão nos textos que ele tem publicado aqui no Camaçari Fatos e Fotos (CFF).

Áudio 01 - Prioritário (Suplício de Jesus)

Áudio 02 - Secundário (Sonho da 'irmã' Ednalva)

7 º A Carne na Brasa lotou mesmo com a chuva e o tempo frio
7 º A Carne na Brasa lotou mesmo com a chuva e o tempo frio

Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa
Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa

 Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa ll Foto - Moisés Franco/CFF
Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa ll Foto - Moisés Franco/CFF

Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa alimentando o corpo carnal, que ninguém é de ferro. Foto: Participante
Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa alimentando o corpo carnal, que ninguém é de ferro. Foto: Participante

Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa alimentando o corpo carnal, que ninguém é de ferro ll. Foto: Participante
Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa alimentando o corpo carnal, que ninguém é de ferro ll. Foto: Participante

Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa não tomou conhecimento nem da chuva nem do frio e compareceu, vindo inclusive de Salvador. Foto: Participante
Público da 7 ª edição do Culto A Carne na Brasa não tomou conhecimento nem da chuva nem do frio e compareceu, vindo inclusive de Salvador. Foto: Participante

Franco (calça e camisa azul) com parte do público do evento - Foto: Participante
Franco (calça e camisa azul) com parte do público do evento - Foto: Participante

Veja também:

6º A Carne na Brasa: “A Igreja está respirando por aparelhos”

Impacta os participantes mensagem do 5º 'A Carne na Brasa' - Veja imagens e depoimentos

Chuvas não inibe presença no 4º encontro "A Carne na Brasa" de cristãos evangélicos em Camaçari

Homem é curado de dor de cabeça que sentia há 12 anos, durante encontro "A Carne na Brasa"

Com ‘confirmação do céu’, supera as expectativas a 3ª edição do encontro “A Carne na Brasa”, de cristãos evangélicos em Camaçari

Encontro “A Carne na Brasa” de cristãos evangélicos faz a diferença em Camaçari

Clique aqui e siga-nos no Facebook

 

Camaçari Fatos e Fotos LTDA
Contato: (71) 3621-4310 | redacao@camacarifatosefotos.com.br, comercial@camacarifatosefotos.com.br
www.camacarifatosefotos.com.br